quarta-feira, dezembro 10, 2008

Cotas

Primeiro leia: Câmara aprova cota de 50% para rede pública em vestibulares

Sistema brasileiro porco, não tenho nada contra quem estuda em escolas públicas,  quem seja negro ou pobre, já estudei em escola pública, não tenho dinheiro sobrando e oi! tenho sangue negro na minha veia.
Já ví muitos negros dizendo: "Nós não queremos cotas, queremos um ensino de qualidade". Porém para esse governo, é muito mais fácil mascarar um problema que realmente resolvê-lo, p seria trabalhoso demais investir no ensino, seria gasto demais com algo "tão banal" como isto; minha teoria é que não querem pessoas inteligentes neste país, lembram-se dos estudantes que fizeram acontecer? Gente esperta dá muito trabalho. Além disso os problemas de se criar cotas são inúmeros!
1. É um preconceito ao contrário. Por que negros têm de ter mais chances? Poderia ser um negro com dinheiro, com família muito bem abonada, mesmo assim teria mais chance.
2. Quebra-se a igualdade perante a lei. 
3. Quem trabalha arduamente pra colocar um filho na escola particular, ou mesmo quem tem de trabalhar, agora tem 50% menor chance de entrar numa faculdade pública.
4. Quem não tem um bom ensino não conseguem acompanhar o ritmo da faculdade, são matérias avançadas e muitas provas, sabemos que a faculdade chega a ser mais puxada que o terrível cursinho; ou seja, desistências ao longo do curso.
5. Como uma pessoa com 1,5 salário mínimo conseguiria manter-se em uma outra cidade, ou mesmo na sua cidade, tendo de comprar tantos livros, tirando tantos xerox. Sei disso porque tenho amigos em faculdades, e ouço sempre: "Nunca pensei que fosse gastar tanto em xerox!", "To gastando rios de dinheiro!" . O governo auxilia em transporte, alimentação, mas não acredito que seja o suficiente.
6. Vagas "cotadas" estão sobrando! Pra que colocar 50% de cotas sendo que com 3 a 6% de auxílio na nota não conseguem entrar na faculdade.  Este ano minha colega prestou Publicidade em vários lugares, e me contou que em uma delas conheceu um cara que ficou na lista de espera sendo que havia vagas na sala que não foram ocupadas porque eram destinadas à cotas. Imagine-se nesta situação, revoltante.
7. "os aspirantes às vagas precisarão ter cursado o Ensino Fundamental em escolas públicas", já ouvi  pais que vão inscrever filhos em escolas públicas, mas pagar aulas particulares para estes em casa, assim têm cotas garantidas. 
8. Tira-se o mérito da aprovação, uma pessoa que se enquadre em qualquer destes requisitos para cota e passe no vestibular, mesmo que ela tenha entrado por mérito próprio, por ser inteligente, sempre haverá dúvidas.
Seria muito mais correto e digno se o ensino público fosse de qualidade colocando todos em um nível de competição igual.

-editado 1-
Procurando o cálculo da nota da fuvest, ví que este está explicado no manual do candidato, achei muita gente buscando no Google querendo saber como faz então aí vai, direto do manual: (clique na imagem para tamanho real).
Aliás, as notas de corte da fuvest saíram hoje!


-editado 2-
Eu passei pra segunda fase da UFTM! *dedoscruzados* Dessa vez eu entro! Da última vez eram 20 vagas e fiquei em sexto lugar quando a lista parou de rodar, agora são 30 vagas, o que me faz chingar mentalmente (não mais só mentalmente) o fdp que não colocou essas 10 vagas a mais no meio do ano, que coisa. Janeiro é época de segunda fase! Me espera Uberaba! E se der tudo certo venho aqui pra contar uma possível segunda fase a mais que da UFTM! *CRUZEMosdedos*

Beijos

8 comentários:

Talita disse...

Por isso que preciso passar este ano!
hSUASHuAHSuSHa

lpzinho disse...

Faz tempo q eu não apareço aqui, mas confesso que concordo em tudo com as suas palavras como se a gente tivesse falado do assunto meia hora atrás....
Tá td errado.. além da qualidade de ensino, do baixo nível da educação... as normas e diretrizes estão erradas, envolvidas em mto bla-bla-bla politico, enganação e miséria humana.
Td errado, mas o post certinho!
Parabéns!!

Bjos... sucesso e se cuida

*Lusinha* disse...

Eu não concordo também, acho um absurdo!
Todos somos iguais perante a lei e para mim essa lei já nasceu inconstitucional.
Bjitos!

Anna disse...

Realmente um absurdo. Aqui na minha cidade existe um esquema de vestibular seriado que agora virou exclusividade de escolas públicas! Um absurdo! O governo tem que trabalhar pra melhorar o ensino e não ficar ferindo o direito a igualdade, sem contar os bolsistas, e os pais que tiram da boca pra dar uma boa escola pro filho. Imagine aqueles alunos super inteligentes que fazem uma prova pra entrar numa escola particular de graça?
Aqui tem gente matriculando na escola pública a noite e continuando a estudar na particular, aí comparece na pública o suficiente pra não reprovar por faltas.
Beijos

Letícia disse...

Estavam comemorando não-sei-quantos-anos de Direitos Humanos, mas até hoje não sei onde está esses benditos direitos humanos. Acho que é só no papel... pff...

Beeijo ;*

eumesmaqui disse...

Concordo com você um absurdo, se o governo prega tanta igualdade acho que eles tão ensinando aos outros o que é descriminação, por que querendo ou não isso ajuda na descriminação, POR QUE cotas pra negros e pobres? não depende de escola não, se o aluno for bom ele pasa em qqr faaculdade. beijo

Michelle disse...

Olha, eu prefiro não comentar sobre essas cotas, pois sou completamente contra, pois é como vc disse, eles estão mascarando um problema que já existe faz tempo!

E concordo com suas inúmeras opiniões a respeito disso...

Beeijos!

Jeh (coloridah.net) disse...

eu concordo com vc! é realmente um absurdo.vou procurar saber mais sobre isso, alias quero saber QUEM foi o deputado safado que propos essa lei! GRRR :X